Home
  Notícias
  Orientações para a determinação de potenciais efeitos na saúde decorrentes da utilização de dispositivos médicos que contenham nanomateriais
 
Notícias gerais
Eventos

 

À luz do esperado aumento da utilização das nanotecnologias na conceção de dispositivos médicos, o Comité Científico dos Riscos Emergentes para a Saúde Recentemente Identificados foi solicitado para elaborar orientações para a avaliação dos riscos dos dispositivos médicos que contêm nanomateriais.

Os nanomateriais são materiais cujos principais constituintes têm dimensões compreendidas entre 1 e 100 nanómetros, nos quais 50% ou mais das partículas apresentam, na distribuição granulométrica, uma ou mais dimensões externas no intervalo 1 nm – 100 nm.  

O Comité Científico concluiu que os potenciais riscos decorrentes da utilização de nanomateriais em dispositivos médicos estão essencialmente associados à possibilidade de propagação no organismo de partículas soltas e à duração da exposição. A propagação em causa depende da forma como se apresentam os nanomateriais: livres, fixados sobre as superfícies ou integrados numa matriz.

Há que considerar ainda a propagação de partículas e os seus potenciais efeitos, assim como os efeitos localizados onde são aplicados os nanomateriais. É importante ter em conta a possibilidade de aparecimento de partículas nanodimensionadas mesmo quando o dispositivo médico não contem nanomateriais.

No futuro, com a melhoria do conhecimento dos nanomateriais, será possível prever a natureza, a distribuição, os níveis de tecidos e a possível persistência das partículas, o que ainda não é o caso presentemente.

Leia aqui as linhas de orientação

Para mais informações consulte o site: http://ec.europa.eu/health/scientific_committees/consultations/public_consultations/scenihr_consultation_22_en.htm

 

Noticia consultada em: http://ec.europa.eu/health/newsletter/144/focus_newsletter_pt.htm

 


 

Data de publicação: 12/03/2015